• Parceria PIPOSITIVO - BANCO DO BRASIL.

• CAPARAÓ inova e PIPOSITIVO abre mais um campo de atuação

• Programa SINERGIA QUALIDADE DE VIDA da Isobrasil realizada
  pela PIPOSITIVO
.

• Oh Minas Gerais!, Unilar 2009 Golden Cross e Pipositivo.

• Madeirense e Pipositivo. Esta Parceria vai romper fronteiras!

Notícias
InícioPipositivoServiçosClínicaClientesContato
Rua Maranhão - 342 / 701 - Santa Efigênia - Belo Horizonte /MG - Telefone: (31) 3378-2902
   Ergonomia (ou Fatores Humanos) é uma disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre os seres humanos e outros elementos ou sistemas, e à aplicação de teorias, princípios, dados e métodos a projetos a fim de otimizar o bem estar humano e o desempenho global do sistema.
IEA - Associação Internacional de Ergonomia.


“Os ergonomistas contribuem para o planejamento, projeto e a avaliação de tarefas, postos de trabalho, produtos, ambientes e sistemas de modo a torná-los compatíveis com as necessidades, habilidades e limitações das pessoas".

A palavra Ergonomia deriva do grego ergon [trabalho] e nomos [normas, regras, leis]. Trata-se de uma disciplina orientada para uma abordagem sistêmica de todos os aspectos da atividade humana. Para darem conta da amplitude dessa dimensão e poderem intervir nas atividades do trabalho é preciso que os ergonomistas tenham uma abordagem holística de todo o campo de ação da disciplina, tanto em seus aspectos físicos e cognitivos, como sociais, organizacionais, ambientais.

 

Análise Ergonômica do Trabalho:

   A PIPOSITIVO realiza a análise ergonômica das condições do ambiente por posto de trabalho e função, incluindo, atividades praticadas, movimentação e transporte e armazenamento de materiais, mobiliário, equipamentos utilizados e organização do trabalho nos postos de trabalho, em conformidade com a NR-17, do Ministério do Trabalho e Emprego.

 

Comitê de Ergonomia:

   As empresas mais evoluídas estão implantando a Ergonomia sob a forma de SISTEMA DE GESTÃO e os resultados são altamente positivos, tanto na redução das LER/DORT e lombalgias, quanto na melhoria de condições gerais de trabalho e redução do desconforto.


O que são os Comitês de Ergonomia?

   São grupos estruturados dentro das empresas para atacar os problemas ergonômicos existentes de forma gradativa e sistemática, evitando os esforços isolados. Esses grupos trabalham sob uma coordenação nomeada pela gerência e com o trabalho de secretaria executiva sendo feito pelos profissionais do SESMT. Os problemas críticos são analisados por forças-tarefas, contando com um profissional de Ergonomia, um trabalhador experiente, um técnico da área e da máquina e um supervisor. Esse grupo, após analisar a atividade, estuda em profundidade suas soluções e elabora um Plano de Ação, que é então aprovado pela alta gerência.

Eficácia:

   A estruturação da Ergonomia sob a forma de um Sistema de Gestão realmente funciona, pois os problemas ergonômicos são abordados na ordem de prioridade: primeiro trabalha-se sobre aqueles causadores de afastamentos e gradativamente vai-se resolvendo os problemas causadores de dor sem afastamento, até se chegar aos problemas causadores de dificuldade e desconforto. Em poucos meses, consegue-se "fechar a torneira" de casos novos.
O segredo da eficácia
São eles: apoio do alto nível de gerência, participação dos trabalhadores, eficácia do serviço médico, treinamento de Ergonomia para todo o pessoal da empresa, estruturação correta dos comitês e revisão constante do processo.

 


Treinamentos:

   Treinamento realizado de forma teórica e prática, promovendo um aprendizado dinâmico quanto a utilização do corpo em diversas situações do trabalho e atividades de vida diária. Além disso, noções de anatomia, cinesiologia, biomecânica, fisiopatologia das LER e DORT (Lesões por esforços repetitivos e distúrbios osteo-articulares relacionados ao trabalho), fazem parte da parte teórica do treinamento.
O alunos contarão também com uma orientação preventiva e atenuadora dos possíveis distúrbios ocupacionais, promovendo considerável queda do absenteísmo, afastamentos, aumento de produtividade, satisfação, e consequentemente, qualidade de vida.